Planejamento Estratégico Confeitaria

Será que vai certo?

Será que terei condições de investir o necessário?

Qual seria a melhor maneira de agir?

Quais os riscos que deverei enfrentar?

Planejamento estrategico

Você já fez ou faz alguma dessas perguntas? Você sabe o que é planejamento estratégico? Sua empresa já possui um? Há quanto tempo ele não é revisado?

A chave para todas essas respostas é o PLANEJAMENTO, como o próprio nome indica é realizar um “plano” a fim de colocar em prática uma ideia e se alcançar um, ou vários objetivos.

O Planejamento oferece a oportunidade de se realizar um momento de reflexão, de pesquisa e de troca de ideias, para traçar um novo negócio, ou para desenvolver ações de melhorias em negócios já existentes.

Além disso, o  Planejamento possibilita um maior entendimento sobre quais as motivações e os valores a serem praticados. É muito importante saber qual é o seu ponto de partida e ter claro o seu ponto de chegada ou o objetivo a ser alcançado.

É aquela velha história: Se você não sabe aonde você quer chegar, qualquer lugar serve. E eu canso de ver confeiteiros “perdidos” sem saber aonde querem chegar, e o que fazer para chegar lá.

 

banner 960x467

Um bom Planejamento de Ações, favorece uma análise consistente que te permitirá maior assertividade na tomada das decisões que guiarão os caminhos a serem percorridos.

A seguir sugiro alguns itens a serem considerados na hora de se fazer um bom Planejamento:

  1. Ter consciência de suas forças e fraquezas. (O planejamento deve ser o mais realístico possível, não adianta nada planejar coisas que você não conseguirá cumprir).
  2. Análise de oportunidades e ameaças. (conhecer o mercado de atuação, o perfil do público alvo, quais os custos, quais os riscos, etc…)
  3. Estabelecer a visão de longo prazo – aonde se pretende chegar/ qual o sonho a ser alcançado?
  4. Metas – 1 ano/ 5 anos/ 10 anos
  5. Realizar planejamentos anuais (com revisões trimestrais ou semestrais) – traçando aprimoramento de rota. Exemplo: a dinâmica do cenário econômico e a necessidade de melhorias constantes.

 

E se vier a pergunta: Ok, mas tenho “medo”, “e se der errado”?

Estas perguntas também são muito comuns, e podemos responder a estas perguntas, somando o encorajamento necessário através da união de forças!

Buscar conhecimento, aprender com os mais experientes, ver iniciativas semelhantes, trocar experiências e se capacitar são dicas que reduzirão riscos de fracasso e auxiliarão que boas iniciativas aconteçam!

 

Amanhã falaremos mais sobre o assunto!

 

Um beijo enorme e até amanhã

Desafio 30 dias @conisugar e @docesnegocios

Compartilhe com seus amigos
Share on Facebook
Facebook
Pin on Pinterest
Pinterest
Print this page
Print

Deixe o seu comentário abaixo